Está fora do nosso alcance a observação da mudança de posição molecular que se verifica no interior das barras quando submetidas ao processo de imantação. Entretanto, em virtude das experiências já executadas, podemos imaginar o que acontece durante a operação. De acordo com a teoria descrita, as moléculas do ferro ou do aço (antes de serem imantados) estão em desordem, exatamente como se achava a limalha quando agitávamos o tubo que a continha. A força magnética faz com que elas girem em torno dos respectivos eixos, acabando por se colocarem em ordem simétrica. Depois de todas as moléculas terem girado, a barra de ferro ou de aço adquire a máxima imantação possível, isto é, está saturada. Deste ponto em diante a imantação não pode ser aumentada, qualquer que seja o processo adotado.

A imantação consiste, pois, em ajustar, enfileirar, ordenar ou justapor os ímãs moleculares.

Please follow and like us: