Examinemos a analogia hidráulica, na qual estão representados dois depósitos cilíndricos A e B. cada um com a capacidade de 100 litros. A água contida no depósito A e no tubo de comunicação C está submetida à pressão de 10 quilos em virtude do peso do êmbolo E, de modo que o primeiro manómetro M regista esses 10 quilos (sempre por centímetro quadrado). No depósito inferior B, a pressão que o líquido sofre é a seguinte: 10 quilos originados pelo peso do êmbolo E do depósito superior A, e mais 10 quilos ocasionados pelo peso do seu próprio êmbolo E1. O segundo manómetro M1 regista, pois, 20 quilos.

Please follow and like us: