Por meio de simples artifício, vamos converter a corrente contínua de uma bateria de pilhas em
corrente alternada (simples), a fim de mostrar ao estudante que é muito fácil conceber esta modalidade da corrente. Mediante o comutador C de duas direções pode-se conseguir o seguinte: estando o comutador ligado para o lado esquerdo, a corrente da bateria circula pela lâmpada L na direção indicada pelas setas. A
lâmpada conserva-se acesa. Virando-se o comutador para o lado direito a corrente da bateria circula agora por L em sentido contrário ao indicado na figura anterior: a lâmpada continua acesa. Se a mudança do
comutador C não for feita com certa rapidez, a lâmpada pode até apagar-se. Se se conseguir manobrar
tal instrumento de maneira oscilatória e rápida, ela brilhará com flutuações (pisca-pisca). Com frequências maiores, isto é, manobrando-se o comutador ainda com maior velocidade, a intensidade luminosa de L torna-se praticamente constante, uma vez que o olho humano não conseguirá sentir as variações bruscas de intensidade luminosa. Pelo circuito, e, portanto, pela lâmpada, circula corrente elétrica que muda de direção em cada momento: é uma corrente alternada (simples).

Please follow and like us: