Tome-se pequena barra de ferro macio que já tenha sofrido a influência do magnetismo. Por meio da bússola verifique-se que nela resta ainda fraquíssima imantação devido ao magnetismo remanescente. Um dos pólos da barra repelirá o pólo norte da agulha, prova de que tal barra é imã ainda, embora muito fraco. Este resto de imantação desaparecerá se, na barra, aplicarmos fortes e repetidas pancadas vibradas com martelo de madeira ou cobre. Ela, ao sofrer semelhante operação, deve ter as extremidades dirigidas para leste-oeste. A barra em experiência perde todas as características de imã porque a vibração provocada pelos golpes do martelo faz com que as moléculas do ferro percam a ordem em que estão colocadas: em consequência, desaparece o magnetismo exterior.

O aço conserva o magnetismo com tenacidade maior. Entretanto, com golpes mais ou menos violentos, conseguiremos debilitar-lhe a imantação. Por conseguinte, convém ter cuidado com os imãs permanentes de modo a evitar que eles sofram choques.

Please follow and like us: