Este aparelho é também conhecido pelo nome de sounder, palavra inglesa que significa acústico O acústico é o próprio aparelho Morse reduzido aos seus órgãos essenciais: dele foi eliminada a parte essencial mecânica, com a conseqüente eliminação da fita de papel, do tinteiro e do disco que nele mergulha.
As administrações que dão preferência ao Morse acústico alegam que, além de ser menos dispendioso, ele é um tanto mais rápido do que o Morse registrador. Alegam, mais, que na recepção de ouvido se comete menor número de erros do que quando os sinais são decifrados por intermédio da inscrição registrada sobre fita de papel. O acústico é o aparelho mais empregado na Inglaterra e nos Estados Unidos da América.
Na Alemanha e na França ele também ganha terreno, em detrimento do Morse registrador. As poucas linhas Morse da Companhia Paulista de Estradas de Ferro e da Estrada de Ferro Araraquarense estão providas exclusivamente de aparelhos Morse acústicos.
A figura representa o esquema do aparelho Morse acústico, com manipulador Aí, galvanômetro G, pilha P e terra X Quando o eletroímã R atrai a armadura a, esta arrasta consigo a alavanca de latão d-d que pode oscilar em torno do eixo h. Tal movimento faz com que a extremidade arredondada do parafuso 2a aplique um golpe sobre a coluna 1-2 de latão (o ponto 2 serve de espera} produzindo som seco.
Cessada a corrente, a armadura e a alavanca voltam à posição primitiva por efeito da mola antagonista m. Neste segundo movimento, a alavanca choca contra a extremidade (também arredondada) do parafuso la, originando novo som seco. O tempo transcorrido entre os dois golpes corresponde à duração da corrente emitida pela estação distante (ponto ou traço): educando-se o ouvido para receber semelhantes sinais, pode-se interpretar perfeitamente a transmissão.

Please follow and like us: